República Dominicana

Preços de Transferência na República Dominicana​

Os preços de transferência são aqueles preços ou valores acordados para transações realizadas entre partes relacionadas ou afiliadas. Na República Dominicana, o marco regulatório é encontrado nos artigos 281, 281 bis, 281 ter e 281 quater do Código Tributário, modificado pela Lei No. 253-12.

Da mesma forma, a legislação dominicana nesta matéria tem o Regulamento 78-14 ou também chamado “Regulamento de Preços de Transferência”, publicado em 2014.

Por meio do referido Regulamento, foram introduzidas diferentes mudanças nas regras de preços de transferência da República Dominicana, tais como definições, obrigações formais, escopo e alcance das regras contidas no Código Tributário.

Princípio da Plena Concorrência: Definição


Também conhecido como o princípio do “arm’s length”, ele rege os preços de transferência com base no fato de que os preços ou valores acordados entre partes relacionadas estão de acordo com o valor de mercado, ou seja, conforme acordado por partes independentes. Este princípio é regulamentado na legislação de preços de transferência da República Dominicana, no artigo 281 do Código Tributário deste país.

Neste código é declarado que as operações realizadas por um residente na República Dominicana com suas partes relacionadas devem ser acordadas de acordo com os preços que teriam sido acordados por partes independentes, em situações comparáveis.

Âmbito de Aplicação dos Preços de Transferência na República Dominicana


As regras de preços de transferência ou de valor de mercado na República Dominicana devem ser aplicadas de acordo com o artigo 1º do Regulamento 78-14 aos contribuintes residentes nesse país que realizem transações com:

  • Partes não-residentes relacionadas.
  • Partes residentes relacionadas.
  • Pessoas físicas, jurídicas ou entidades constituídas em países ou territórios com baixa ou nenhuma tributação (paraísos fiscais), bem como aqueles com regimes fiscais preferenciais.

Definição de Partes Relacionadas na República Dominicana


De acordo com o artigo 2 do Regulamento de Preços de Transferência, duas ou mais partes serão consideradas relacionadas a um contribuinte residente em tal país, quando qualquer um dos seguintes casos se aplicar:

  • Quando uma das partes participa direta ou indiretamente da administração, do controle ou do capital da outra. Entende-se como tal quando tal pessoa tem o poder de influenciar ou determinar as decisões-chave da outra pessoa ou entidade.
  • Quando ambas as partes têm as mesmas pessoas físicas ou jurídicas, que participam direta ou indiretamente da gestão, controle ou capital destas.
  • Quando um estabelecimento permanente é realizado no exterior.
  • Quando um estabelecimento permanente localizado no país tem uma matriz residente no exterior em relação a outro estabelecimento permanente do mesmo; ou uma pessoa física ou jurídica ou entidade a ela relacionada.
  • Quando uma pessoa física ou jurídica ou entidade residente tem direitos exclusivos como agente, distribuidor ou concessionário de outro para a compra e venda de serviços, bens ou direitos.
  • Quando uma pessoa, seja natural ou jurídica, transfere para outros 50% ou mais de sua produção.

Da mesma forma, serão consideradas as partes relacionadas ou ligadas àquelas domiciliadas, localizadas ou incorporadas em países ou territórios com baixa ou nenhuma tributação (paraísos fiscais) ou sob regimes preferenciais. Isto está de acordo com o parágrafo I do artigo 281 do Código Tributário.

Métodos de Preços de Transferência na República Dominicana


A fim de determinar se os preços acordados entre partes relacionadas cumprem o princípio da livre concorrência, o regime de preços de transferência na República Dominicana estabeleceu cinco métodos de avaliação.

De acordo com o parágrafo VII do artigo 281, do Código Tributário, estes são:

  • Método de Preço Comparável Não-Controlado.
  • Método do Preço de Revenda.
  • Método de custo adicional.
  • Método de participação nos lucros.
  • Método da Margem Líquida de Transação.

Deve-se observar que a seleção de qualquer método desse tipo deve levar em consideração que deve ser o mais apropriado para refletir a realidade econômica da operação, de acordo com o artigo 6 do Regulamento 78-14.

Análise de Comparabilidade na República Dominicana


De acordo com o parágrafo VII do artigo 281 do Código Tributário, a fim de analisar as duas operações são comparáveis, devem ser levados em conta os seguintes fatores:

  • As características do objeto da operação.
  • As funções desempenhadas, assim como os ativos e riscos nas transações.
  • Os termos contratuais.
  • As circunstâncias econômicas ou de mercado que afetaram a operação.
  • As estratégias comerciais.

Declaração e Documentação de Preços de Transferência na República Dominicana


De acordo com o artigo 18 do Regulamento de Preços de Transferência, os contribuintes que realizam transações com partes relacionadas terão as seguintes obrigações de informar e documentar suas operações:

Declaração de Informativa de Preços de Transferência


Os contribuintes abrangidos pelas regras de preços de transferência devem apresentar uma “Declaração Informativa de Operações entre Partes Relacionadas” ou DIOR, junto à Receita Federal de Impostos Internos (DGII).

O conteúdo de tal retorno deve especificar, entre outros, a identificação do contribuinte, informações sobre a parte relacionada, casos de conexão, detalhes das transações com partes relacionadas e o método de avaliação destas últimas.

A declaração acima mencionada deve ser apresentada anualmente, com um prazo de 180 dias após a data de encerramento.

Estudo dos Preços de Transferência


Conforme indicado no parágrafo IV, do artigo 18 do Regulamento, os contribuintes sujeitos ao regime de preços de transferência devem ter um estudo ou relatório que indique o processo de avaliação dos preços acordados entre as partes relacionadas.

O conteúdo deste estudo conterá a estrutura organizacional do grupo e das pessoas jurídicas que o compõem, identificação das partes relacionadas com as quais as transações foram realizadas, detalhes de tais operações, acordos; análise de comparabilidade, metodologia utilizada, entre outros.

Com relação ao prazo para a elaboração deste relatório, o regulamento estabelece que ele deve estar pronto no momento da apresentação da declaração de informações. Entretanto, só será apresentado ao DGII quando necessário.

Da mesma forma, os seguintes contribuintes serão isentos da preparação e apresentação do referido estudo:

Aqueles cujas operações com partes relacionadas, no ano fiscal em análise, não excedam um total de RD$10.000.000,00, ajustado anualmente pela inflação, e que não realizem operações com residentes em paraísos fiscais ou regimes preferenciais.

Aqueles que realizam transações com partes relacionadas residentes no país, na parte realizada exclusivamente com eles, e desde que os preços acordados por eles não resultem em tributação mais baixa.

Multas por não conformidade com os preços de transferência na República Dominicana


De acordo com o artigo 281 ter do mencionado Código Tributário, ele estabelece que em caso de não cumprimento das obrigações de preços de transferência, em termos do prazo estabelecido ou quando forem fornecidos dados falsos, será incorrida uma violação dos deveres formais e a pessoa será sancionada de acordo com as multas indicadas no artigo 257 do mencionado Código.

O artigo acima mencionado afirma que o não cumprimento das obrigações formais implica uma multa de 5 a 30 salários mínimos.

Em caso de violação da apresentação de informações à Administração Tributária, além da multa estabelecida no parágrafo anterior, pode ser aplicada uma penalidade de 0,25% da renda declarada no período fiscal anterior.

Se um ajuste de preços de transferência for confirmado, será aplicada a multa estabelecida pelo artigo 250 do citado Código, por evasão fiscal, correspondente ao dobro do valor do imposto omitido.

Ranking de Preços de Transferência 2021

Temos o prazer de informar que pertencemos ao Ranking 2021 de Preços de Transferência por World TP na República Dominicana

Newsletter

    Inscreva-se em nossa Newsletter internacional

    Como podemos ajudá-lo?

      Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário

      Ultimas Noticias
      No posts were found for display
      Escritórios na República Dominicana
       Av. Carlos Perez Ricart, No 6, Arroyo Hondo, Santo Domingo, D.N. República Dominicana
      contacto@tpcgroup-int.com
       +182 99463958
      República Dominicana