Logo TPC Group
  • Español
  • Português
  • English

Relatório Local — Importância, Objetivo E Riscos sob a perspetiva da administração tributária

A gestão eficiente dos recursos fiscais é relevante para o desempenho eficaz de qualquer país. Neste contexto, o Relatório Local surge como uma ferramenta decisiva a partir da perspetiva da Administração Tributária, desempenhando um papel fundamental na compilação de informação econômica que afeta diretamente a tomada de decisões e na fiscalização dos contribuintes que realizam transações com partes relacionadas, principalmente em grandes grupos econômicos. Nesse sentido, as regulamentações dos Preços de Transferência estabelecem-se como padrões normativos para assegurar o controle fiscal adequado e evitar a erosão das bases tributárias dos contribuintes que realizam transações com partes relacionadas e/ou empresas residentes em territórios com regimes fiscais preferenciais.

IMPORTÂNCIA

O Relatório Local surge como um instrumento indispensável para a Administração Tributária ao fornecer uma visão detalhada e atualizada das transações econômicas numa jurisdição específica. A informação compilada neste relatório permite que as autoridades fiscais avaliem a conformidade tributária de empresas e indivíduos, identifiquem possíveis irregularidades e formulem estratégias para melhorar a arrecadação de impostos. Da mesma forma, ele contribui significativamente à transparência fiscal e à equidade na distribuição da carga tributária.

Nesse sentido, o Relatório Local deve ser coerente e equitativo nas práticas dos Preços de Transferência internacionalmente por meio do cumprimento regulamentar, da gestão de riscos e da otimização da carga tributária em transações entre empresas relacionadas e/ou residentes em territórios com regimes fiscais preferenciais.

O acesso das Autoridades Fiscais a esta informação permite que os contribuintes cumpram as suas obrigações fiscais de forma justa no contexto dos Preços de Transferência, evitando possíveis brechas e garantindo a sustentabilidade dos recursos públicos.

OBJETIVOS

Estes estão estreitamente alinhados com as metas gerais da Administração Tributária.

Em primeiro lugar, a análise detalhada da atividade econômica local deve ser realmente detalhada, incluindo dados sobre receitas, despesas, investimentos e outras transações relevantes. Esta informação é essencial para avaliar a capacidade contributiva dos residentes e das empresas numa jurisdição específica.

Em segundo lugar, o objetivo é facilitar a identificação e a correção de possíveis evasões fiscais, ou seja, funciona como uma ferramenta de detecção antecipada para as autoridades fiscais investigarem e abordarem as irregularidades antes que elas se tornem problemas mais graves.

RISCOS

A sua implementação não está isenta de desafios e riscos. Um dos principais riscos reside na confidencialidade da informação compilada. A Administração Tributária deve garantir que os dados sensíveis sejam processados de forma segura e protegidos contra possíveis vazamentos que comprometam a privacidade dos contribuintes.

Da mesma forma, as Administrações Tributárias estabelecem sanções e multas, que variam conforme a jurisdição e as leis fiscais aplicáveis em cada país, para evitar o incumprimento dessas obrigações. O incumprimento, a apresentação tardia ou a declaração incorreta da informação estão sujeitos a sanções e ajustes fiscais às transações cujos preços acordados não estejam em conformidade com as condições normais do mercado.

Noticias Relacionadas

Considerações sobre o uso de comparáveis internos ou externos

Os Preços de Transferência tornaram-se um elemento-chave na gestão financeira de empresas que operam mundialmente. A necessidade de garantir que as transações entre partes relacionadas sejam feitas ao valor do mercado, exige uma análise de comparabilidade ideal, que aborde as comparações internas e externas.

LEER NOTICIA »