• Español
  • English
  • Português
NIIF 16 do ponto de vista do locatário

NIIF 16 do ponto de vista do locatário

Share

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter

As NIIF (Normas Internacionais de Informação Financeira) 16 estabelece as diretrizes a serem seguidas para o reconhecimento, mensuração, apresentação e declaração dos arrendamentos, tanto como arrendador quanto como arrendatário. Este documento enfoca o novo tratamento contábil de um arrendamento do ponto de vista do arrendatário, devido ao ponto de vista do arrendador, inalterado, sobre o tratamento contábil de um arrendamento.

Ao assinar um contrato de arrendamento, o arrendatário deve levar em conta se pretende utilizar o arrendamento por mais de um ano e se o montante alugado é representativo da entidade. Portanto, ele considerará desde o início o direito ao uso do bem e o futuro pagamento obrigatório das quotas comprometidas.

1. Por exemplo

Vamos assumir um contrato de arrendamento de 2 anos dos escritórios administrativos da entidade. O contrato começa em 1º de janeiro de 2020, estendendo-se até 31 de dezembro de 2021. Os pagamentos mensais estabelecidos no contrato são de 25.000 soles por mês. Neste caso, é impossível determinar a taxa de juros implícita no contrato por razões óbvias, portanto aplicaremos a taxa incremental por empréstimos do locatário, que supomos estar fixada em 4,5% ao ano.

2. Determinação do valor presente

As NIIF 16 estabelecem no parágrafo 26 que, na data de início do arrendamento, a responsabilidade será medida pelo valor presente dos pagamentos futuros comprometidos e, para este fim, será descontada usando a taxa de juros implícita no arrendamento se pudesse-se determinar essa taxa facilmente. Caso contrário, é usada a taxa incremental de empréstimos para a empresa, que é a taxa de juros à qual o arrendatário poderia se financiar no mercado para uma transação de expiração e risco similares.

Data de inícioData de expiraçãoDesembolsos futurosQuotas (meses)Taxa incremental mensal
01/01/20×131/12/20×3600,000240,375%

VP = VF/(1+i)n

VP = 600,000 /(1+0,375%)24

VP = 573,295

VA = Valor presente

VF = Valor Futuro

i = Taxa de juros

n = prazo de investimento

Sob as disposições padrão, a Empresa reconhecerá o valor presente dos pagamentos mínimos para os imóveis como um direito de uso por S/ 573.295 e responsabilidade pelo mesmo montante.

Posteriormente, o ativo pelo direito de uso deve ser depreciado pela NIC (Norma Internacional de Contabilidade) 16, o passivo deve ser tratado como financeiro e medido ao custo amortizado como está estabelecido no NIIF 9.

Com relação à amortização mensal do ativo, vamos supor que seja linear:

S/573.295/24 = 23.887 soles por mês.

A determinação do custo amortizado é mostrada abaixo:

 CapitalInteresseQuotaAmortizaçãoBalanço
1573,2952,106.7525,00022,893.25550,402
2550,4022,022.6225,00022,977.38527,425
3527,4251,938.1925,00023,061.81504,363
4504,3631,853.4425,00023,146.56481,216
5481,2161,768.3825,00023,231.62457,985
6457,9851,683.0125,00023,316.99434,668
7434,6681,597.3225,00023,402.68411,265
8411,2651,511.3225,00023,488.68387,776
9387,7761,425.0025,00023,575.00364,201
10364,2011,338.3725,00023,661.63340,540
11340,5401,251.4225,00023,748.58316,791
12316,7911,164.1525,00023,835.85292,955
13292,9551,076.5625,00023,923.44269,032
14269,032988.6425,00024,011.36245,021
15245,021900.4025,00024,099.60220,921
16220,921811.8425,00024,188.16196,733
17196,733722.9625,00024,277.04172,456
18172,456633.7425,00024,366.26148,089
19148,089544.2025,00024,455.80123,634
20123,634454.3325,00024,545.6799,088
2199,088364.1325,00024,635.8774,452
2274,452273.6025,00024,726.4049,726
2349,726182.7325,00024,817.2724,908
2424,90891.5325,00024,908.470

3. Lançamento contábil roconhecido pela empresa

Reconhecimento inicialDbCr
Ativo por direito de uso573,295 
Responsabilidade por arrendamento 573,295
Pelo reconhecimento inicial dos contratos de arrendamento de acordo com as NIIF 16
 
Registro de depreciação mensal  
Despesa de depreciação de bens com direitos de uso23,887 
Depreciação acumulada ativo por direito de uso23,887
Pelo reconhecimento da depreciação do ativo por direito de uso de acordo com a NIIF 16
 
Registro de despesas financeiras  
Despesas Financeiras2,106 
Responsabilidades pelo arrendamento 2,106
Pelo reconhecimento de despesas financeiras de juros a partir de 01/31/2020
Registro de pagamento  
Responsabilidades pelo arrendamento25,000 
Bancos 25,000
Para o registro do pagamento do aluguel do imóvel

As despesas de aluguel, que não serão mais registradas, serão substituídas por depreciação de ativos e juros passivos.

As entidades com arrendamentos operacionais terão mais ativos, mas, ao mesmo tempo, terão mais endividamento, uma vez que têm mais passivos financeiros.

Noticias Relacionadas

Como podemos ajudá-lo?

    Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário