A importância das NIIF na Nicarágua?

A importância das NIIF na Nicarágua?

Comparte esta noticia

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O conceito de globalização trouxe consigo a necessidade de harmonização mundial dos critérios contábeis, surgindo como uma ferramenta eficaz o esquema internacional chamado Normas Internacionais de Informação Financeira (NIIF). A Nicarágua é incorporada ao processo de globalização a fim de reconhecer e aplicar padrões amplamente aceitos em todo o mundo.

Com a aplicação das I NIIF, a Nicarágua possui uma estrutura contábil uniforme que permite aos usuários comparar informações financeiras de forma consistente, bem como melhorar a transparência nos mercados e usar boas práticas contábeis.

Além disso, o interesse dos investidores estrangeiros em colocar seus recursos financeiros no país aumentará, já que terão acesso a demonstrações financeiras formuladas em um idioma internacional que elimina o que é conhecido como risco contábil, uma das maiores barreiras para a confiança dos investidores.

Estrutura contábil na Nicarágua

As Normas Internacionais de Informação Financeira – NIIF e suas Interpretações, e as Normas Internacionais de Informação Financeira para Pequenas e Médias Entidades (NIIF para PMEs) são reconhecidas como o Marco Regulatório na Nicarágua, que será aplicado à medida que forem emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB) e seu Comitê de Interpretações.

Portanto, a estrutura contábil reguladora na Nicarágua aplicável às entidades, tal como elas se qualificam, é:

  1. As NIIF integrais aplicam as entidades que têm obrigações de responsabilidade pública:
    1. Entidades listadas nos mercados de capitais.
    2. Entidades financeiras e seguradoras.

As NIIF abrangentes compreendem:

  • Normas Internacionais de Informação Financeira (NIIF).
  • Interpretações NIIF (IFRICs).
  • Normas Internacionais de Contabilidade.
  • Interpretações das IASs (SICs).
  1. As NIIF para PMEs são aplicadas por aquelas entidades que:
    1. Não têm uma obrigação de responsabilidade pública:

Uma entidade é publicamente responsável se:

  1. (a) seus instrumentos de dívida ou de capital são negociados em um mercado público ou estão em processo de emissão desses instrumentos para negociação em um mercado público (seja uma bolsa de valores nacional ou estrangeira ou um mercado fora da bolsa, incluindo mercados locais ou regionais) ou.
  2. 2.b) uma de suas principais atividades é manter ativos em uma capacidade fiduciária para um amplo grupo de terceiros. Este é normalmente o caso de bancos, cooperativas de crédito, companhias de seguros, intermediários da bolsa de valores, fundos mútuos e bancos de investimento.
  3. Eles publicam demonstrações financeiras para fins de informação geral para usuários externos. Exemplos de usuários externos são proprietários que não estão envolvidos na administração do negócio, credores atuais e potenciais e agências de classificação de crédito, que não exigem que as demonstrações financeiras sejam apresentadas a eles para fins específicos ou adaptadas às suas necessidades particulares.

A NIIF para PMEs compreende a Norma Internacional de Informação Financeira para Pequenas e Médias Entidades – NIIF para PMEs.

Órgão de governo que estabelece normas contábeis na Nicarágua

O Colégio de Contadores Públicos da Nicarágua, é a instituição nacional que rege a profissão contábil no país, que fornece segurança às instituições públicas e privadas. É responsável pelas normas de contabilidade e auditoria, e integra todos os Contadores Públicos da Nicarágua.

É um compromisso da profissão através do Colégio de Contadores Públicos da Nicarágua (CCPN) colaborar estreitamente no desenvolvimento e harmonização dos padrões profissionais em linha com a evolução dinâmica da profissão em todo o mundo, para melhorar a transparência das informações financeiras em benefício das empresas e do país.

Noticias Relacionadas

O Regime Tributário Simples
Impostos

O Regime Tributário Simples

O regime de tributação simples (RST) na Colômbia foi incorporado à sua legislação tributária pelo Governo Nacional, através da Lei de Financiamento, como um regime

LEER NOTICIA »

Como podemos ajudá-lo?

    Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário