Logo TPC Group
  • Español
  • Português
  • English

Regras de preços: arquivo global e sanções no Brasil

No complexo âmbito da fiscalidade internacional, os Preços de Transferência são um elemento fundamental para garantir a equidade tributária entre as empresas multinacionais e as autoridades fiscais dos países em que operam.

Regras de preços: arquivo global e sanções no Brasil.

No complexo âmbito da fiscalidade internacional, os Preços de Transferência são um elemento fundamental para garantir a equidade tributária entre as empresas multinacionais e as autoridades fiscais dos países em que operam. O Brasil, alinhado com essa realidade, promulgou a Instrução Normativa N°2161, que estabelece disposições específicas sobre o Arquivo Global e a sua importância no cumprimento das regulações fiscais do país. 

A importância do Arquivo Global

O Arquivo Global, consoante o Artigo 55 da normativa, é uma ferramenta fundamental para fornecer uma compreensão completa da estrutura e das atividades de um grupo multinacional. Este arquivo não só fornece uma descrição detalhada das transações do grupo, mas também contribui para assegurar o alinhamento das políticas dos Preços de Transferência com as condições do mercado e a conformidade com as exigências regulatórias. 

Obrigação de apresentar o Arquivo Global

Segundo o Artigo 57 da normativa, a obrigação de preparar e apresentar o Arquivo Global determina-se pelo valor total das transações controladas realizadas pelo contribuinte no ano-calendário anterior. Se tal valor for igual ou superior a R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais), o contribuinte deverá apresentar o Arquivo Global. Por outro lado, se o valor total das transações controladas for menor, a obrigação de apresentar será dispensada. 

Conteúdo detalhado do Arquivo Global

O artigo 58 da normativa detalha os elementos essenciais a incluir-se no Arquivo Global, a fim de cumprir as regulações fiscais brasileiras: 

  1. Organograma do grupo multinacional: o arquivo deve conter um organograma que ilustre a estrutura hierárquica do grupo, incluindo a localização geográfica de cada entidade. Esta representação visual é essencial para entender a complexidade e a distribuição global do grupo. 
  2. Descrição das atividades: requer-se uma descrição detalhada das atividades do grupo multinacional, com ênfase naquelas que geram os maiores lucros. Além disso, deve-se realizar uma análise funcional para identificar as principais funções, ativos e riscos associados a cada entidade do grupo. 
  3. Informação sobre intangíveis: o arquivo deve incluir informação sobre a estratégia do grupo com relação ao desenvolvimento, propriedade e exploração de intangíveis, tais como patentes, marcas registradas e o conhecimento técnico. Esta seção também deve identificar os principais contratos relacionados a intangíveis e descrever as políticas dos Preços de Transferência aplicáveis. 
  4. Transações financeiras: a política de financiamento do grupo multinacional deve ser descrita detalhadamente, assim como a informação sobre as entidades que gerenciam as principais funções financeiras. Isso inclui a identificação das entidades que centralizam as atividades financeiras e os países em que operam. 
  5. Acordos e resoluções: o arquivo deve fornecer uma lista dos acordos anteriores sobre Preços de Transferência, resoluções e outros documentos relevantes que afetem a alocação de receitas e despesas entre os países. Estes acordos são essenciais para garantir a consistência na aplicação das políticas dos Preços de Transferência no grupo. 
  6. Demonstrações financeiras consolidadas: Finalmente, é necessário apresentar as demonstrações financeiras consolidadas mais recentes do grupo multinacional. Estas demonstrações financeiras fornecem uma visão geral da saúde financeira e do rendimento do grupo no seu conjunto. Regras de preços: arquivo global e sanções no Brasil.

Noticias Relacionadas

SII: arrecadação fiscal e os Preços de Transferência

Segundo o relatório “Plano de Gestão de Conformidade Tributária 2024” emitido pelo SII (Servicio de Impuestos Internos — Serviço de Receita Federal), a arrecadação tributária de 2023 superou as expectativas estabelecidas, registrando um aumento de 39,8% em relação ao ano anterior.

LEER NOTICIA »