tpc
  • Español
  • English
  • Português
Como as NIIF são aplicadas na Guatemala?

Como aplicar as NIIF na Guatemala?

Share

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter

As empresas guatemaltecas adotaram as Normas Internacionais de Informação Financeira (NIIF) com o objetivo de entrar no mercado internacional, baseando-se nas necessidades de desenvolvimento comercial, globalização e acordos de livre comércio. Esta mudança implicou na substituição de uma base e linguagem contábil diferente por uma mais desenvolvida com termos e metodologia internacionais, exigindo uma análise de cada rubrica incluída nas Demonstrações Financeiras e da própria entidade.

Normas Internacionais de Informação Financeira

As NIIF adotaram-se como princípios contábeis geralmente aceitos na Guatemala. Portanto, se as NIIF não fossem aplicadas, as empresas não apresentariam informações adequadas e comparáveis para o mercado internacional, resultando em oportunidades perdidas para entrar no mercado estrangeiro. Da mesma forma, se informações financeiras confiáveis preparadas com padrões de alta qualidade não estivessem disponíveis, não seria uma ferramenta útil para a tomada de decisões oportunas tanto para os gerentes e diretores das empresas como para qualquer outro usuário das Demonstrações Financeiras.

Na Guatemala, a implementação das NIIF para preparar os registros contábeis é obrigatória desde janeiro de 2009 em diante.

Entidade Reguladora

O CCPAG (Colegio de Contadores Públicos y Auditores de Guatemala – Colégio de Contadores Públicos e Auditores da Guatemala) é o órgão dirigente da profissão de contabilidade pública e auditoria na Guatemala, sendo responsável por promover pesquisas contínuas sobre as normas e técnicas de contabilidade e auditoria que devem reger através do Comitê de Normas de Contabilidade e Auditoria Internacionais em relação à adoção das Normas Internacionais de Contabilidade – NIC/IFRS e suas interpretações.

Em 20 de dezembro de 2007, a Revista Centro-Americana publicou a Resolução de 18 de dezembro de 2007, que adota a Estrutura Conceitual para a Preparação e Apresentação de Demonstrações Financeiras e Normas Internacionais de Relatórios Financeiros como os Princípios Contábeis Geralmente Aceitos, referidos no Artigo 368 do Código Comercial.

Em 23 de julho de 2010, a Revista Centro-Americana publicou a Resolução de 7 de julho de 2010, que adota as Normas Internacionais de Informação Financeira para Pequenas e Médias Entidades – NIIF para PMEs, como parte dos Princípios Contábeis Geralmente Aceitos na Guatemala, referidos no Código Comercial.

Em 4 de março de 2013, The Central American Journal publicou a Resolução datada de 7 de julho de 2010, adotando o código de ética da IFAC ( International Federation of Accountants – Federação Internacional de Contadores) como um guia de ação moral e mantendo a integridade moral do Contador e Auditor Público no exercício da profissão.

Estrutura das normas mexicanas

As NIIF estabelecem requisitos de reconhecimento, medição, apresentação e divulgação para transações e eventos econômicos significativos nas demonstrações financeiras de propósito geral. Estas foram projetadas para se aplicar nas demonstrações financeiras de informações gerais e outras informações financeiras a fim de satisfazer as necessidades de informação dos usuários para um eficiente processo de tomada de decisões econômicas.

As NIIF completas incluem:

  • As Normas Internacionais de Informação Financeira – NIIF
  • As Interpretações das NIIF – CINIIF
  • As Normas Internacionais de Contabilidade – NIC conforme emendadas pela IASC e Melhoradas pela IASB
  • As Interpretações de IAS – SIC

As entidades publicamente responsáveis devem utilizar as NIIF completas.

NIIF para PMEs

Este órgão compreende as Normas Internacionais de Informação Financeira para Pequenas e Médias Entidades – NIIF para PMEs.

As NIIF para PMEs são utilizadas por entidades que:

  • Não têm responsabilidade pública e publicam demonstrações financeiras com informações gerais para usuários externos:
  • Proprietários:
    • Credores atuais ou potenciais
    • Agências de classificação de crédito

Uma subsidiária cuja empresa-mãe utiliza as NIIF completas pode utilizar as NIIF para PMEs.

Noticias Relacionadas

Como podemos ajudá-lo?

    Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário