NIC 7 Demonstração dos fluxos de caixa

NIC 7 Demonstração dos fluxos de caixa

Comparte esta noticia

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Definição da demonstração de fluxo de caixa

A demonstração do fluxo de caixa é o agrupamento dos movimentos de caixa executados durante um período que são classificados como atividades operacionais, de investimento e de financiamento.

Importância da demonstração do fluxo de caixa

  • Ele fornece informações oportunas para a tomada de decisões gerenciais.
  • Fornece informações sobre os principais desembolsos de caixa feitos pela Empresa.
  • Fornece informações importantes para prever desembolsos futuros para o ano seguinte.
  • Auxilia na tomada de decisões de investimento a curto prazo.
  • Determina a capacidade da empresa de cumprir suas obrigações.

Métodos para a elaboração da demonstração de fluxo de caixa

De acordo com o parágrafo 18 do NIC 7, a Empresa deve relatar os fluxos de caixa das operações usando um dos dois métodos a seguir:

  1. Método direto, pelo qual as principais categorias de receitas e pagamentos são apresentadas separadamente em uma base bruta; ou
  2. Método indireto, que começa apresentando lucro ou prejuízo em uma base líquida, que é então corrigido pelos efeitos de transações não monetárias, para todos os tipos de itens de pagamento diferido e acréscimos que são a causa de cobranças e pagamentos no passado ou no futuro, e para itens de lucro ou prejuízo associados a fluxos de caixa de operações classificadas como investimento ou financiamento.

Classificação da demonstração de fluxo de caixa

Atividade operacional

Os fluxos de caixa das atividades operacionais são derivados principalmente de transações que constituem a principal fonte de receita de atividades ordinárias da entidade. As principais atividades operacionais são as seguintes:

  1. Cobranças procedentes das vendas de mercadorias e da prestação de serviços;
  2. Cobranças procedentes de royalties, taxas, comissões e outras receitas de atividades ordinárias;
  3. Pagamentos a fornecedores para o fornecimento de bens e serviços;
  4. Pagamentos a e em nome dos funcionários;
  5. Cobranças e pagamentos de companhias de seguros de prêmios e prestações, anuidades e outras obrigações decorrentes das apólices subscritas;
  6. Pagamentos ou restituições de impostos de renda, a menos que estes possam ser especificamente classificados dentro das atividades de investimento ou financiamento; e
  7. Cobranças e pagamentos relativos a contratos mantidos por intermediação ou negociação.

Atividade de investimento

A informação a expor sobre as atividades de investimento é importante, porque tais fluxos de caixa representam a medida em que os gastos foram feitos para recursos que se espera que produzam renda e fluxos de caixa futuros. Somente os gastos que resultam no reconhecimento de um ativo na demonstração da situação financeira se qualificam para classificação como atividades de investimento. Exemplos de fluxos de caixa das atividades de investimento são os seguintes:

  1. Pagamentos para a aquisição de bens patrimoniais, instalações e equipamentos, ativos intangíveis e outros ativos a longo prazo.
  2. Cobranças da venda do ativo imobilizado, ativos intangíveis e outros ativos a longo prazo.

Atividade de financiamento

A apresentação separada dos fluxos de caixa das atividades de financiamento é importante porque é útil na previsão das necessidades de caixa para atender aos compromissos com os fornecedores de capital para a entidade. Exemplos de fluxos de caixa das atividades de financiamento são os seguintes:

  1. Cobranças provenientes da emissão de ações ou outros instrumentos de capital;
  2. Pagamentos aos proprietários para adquirir ou redimir as ações da entidade;
  3. Cobranças da emissão de títulos sem garantia, debêntures, empréstimos, títulos, títulos hipotecários e outros fundos emprestados, sejam a longo ou curto prazo;
  4. Reembolsos em dinheiro dos fundos emprestados; e
  5. Pagamentos feitos pelo locatário para reduzir uma dívida pendente de um arrendamento.

Noticias Relacionadas

Como podemos ajudá-lo?

    Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário