Logo TPC Group
  • Español
  • Português
  • English

Implementação do Relatório País por País em Honduras

Honduras está na vanguarda da transparência fiscal internacional por meio da implementação do Acordo SAR-653-2023, emitido pelo SAR (Servicio de Administración de Rentas — Serviço de Administração de Rendas).

Implementação do Relatório País por País em Honduras

Honduras está na vanguarda da transparência fiscal internacional por meio da implementação do Acordo SAR-653-2023, emitido pelo SAR (Servicio de Administración de Rentas — Serviço de Administração de Rendas). Este acordo, projetado para fortalecer o monitoramento das transações globais de grupos multinacionais, estabelece um parâmetro contra a evasão fiscal. Destinado a entrar em vigor para os exercícios fiscais a partir de 1.º de janeiro de 2025, este quadro regulamentar visa esclarecer as atividades econômicas e fiscais desses conglomerados dentro e fora do território nacional. 

Introdução a normativa de transparência fiscal

O SAR avançou de forma decisiva com a introdução do Acordo SAR-653-2023, alinhando Honduras aos padrões de transparência fiscal internacionais. Ele surgiu para melhorar a visibilidade das transações econômicas e das contribuições fiscais de grupos multinacionais, fornecendo às autoridades fiscais ferramentas mais eficazes para garantir a conformidade tributária. 

Detalhes do acordo e obrigações dos contribuintes.

Contribuintes obrigados

Os contribuintes obrigados a apresentar o relatório país por país são os Grupos Multinacionais (GMNs) que: 

  • Incluem duas ou mais empresas com domicílio fiscal em jurisdições diferentes, ou realizam atividades econômicas por meio de um estabelecimento permanente em outra jurisdição.  
  • Não sejam considerados “Grupos Multinacionais Excluídos”, ou seja, aqueles cuja receita consolidada total seja inferior a 750 milhões de euros ou o equivalente a 19 bilhões de lempiras no exercício fiscal anterior. 

Vigência da obrigação

A obrigação de apresentar o relatório país por país se aplicará a partir dos exercícios fiscais que começarem em 1.º de janeiro de 2025, estabelecendo um parâmetro importante na política fiscal hondurenha. 

Estrutura do relatório

O acordo detalha três tabelas modelo para o relatório: 

  • Distribuição de resultados e impostos por jurisdição.  
  • Lista de entidades membros do GMN  
  • Informação adicional 

Cada seção está projetada para reunir dados detalhados sobre receitas, impostos, funcionários e transações econômicas de cada entidade GMN em todas as jurisdições em que opera. 

Fechamento: implicações da nova medida

A implementação do Acordo SAR-653-2023 é um avanço significativo no compromisso de Honduras com a justiça fiscal e a transparência internacional. Os GMNs devem se preparar para cumprir estas novas obrigações, enfrentando sanções se não as cumprirem. Este quadro não só contribui a um sistema tributário mais equitativo em Honduras, mas também promove um ambiente de cooperação internacional contra a evasão fiscal. 

Com o foco num futuro mais transparente, Honduras está se posicionando como um exemplo na região, demonstrando a eficácia das medidas para garantir que os grupos multinacionais contribuam de forma justa ao desenvolvimento econômico e social do país. 

Noticias Relacionadas

SII: arrecadação fiscal e os Preços de Transferência

Segundo o relatório “Plano de Gestão de Conformidade Tributária 2024” emitido pelo SII (Servicio de Impuestos Internos — Serviço de Receita Federal), a arrecadação tributária de 2023 superou as expectativas estabelecidas, registrando um aumento de 39,8% em relação ao ano anterior.

LEER NOTICIA »