A Importância do Planejamento Tributário

A Importância do Planejamento Tributário

Comparte esta noticia

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O planejamento tributário pode ser definido como um conjunto de padrões orientados ou focados na otimização da carga fiscal ou tributária. Assim, ele pode ser utilizado para reduzi-la ou eliminá-la, bem como para obter diferentes benefícios fiscais.

Neste sentido, tal planejamento se torna uma ferramenta útil para a empresa em termos de sua gestão, ou seja, em relação à tomada de decisões para otimizar seus recursos.

Qual é o objetivo do planejamento tributário?

De acordo com o citado acima, a finalidade do Planejamento Tributário é a remoção de contingências fiscais, para aumentar os lucros de uma empresa ou reduzir o pagamento de impostos, tudo através do uso dos respectivos mecanismos legais permitidos, sem se tornar uma simulação ou fraude das leis tributárias. Por que o Planejamento Tributário é importante? Suas estratégias são frequentemente para ajudar as empresas a atingir seus objetivos financeiros e comerciais. É aí que reside a importância destes, ao reduzir os níveis de impostos, permitindo um maior controle destes, reduzindo possíveis penalidades e maximizando os benefícios fiscais e/ou créditos fiscais. Assim, a empresa alcançará um maior fluxo de caixa, o que lhe permitirá enfrentar outras exigências ou investir novamente esta economia tributária.

Isto é ainda mais relevante no contexto de uma pandemia, pois as empresas estão focadas na otimização de seus custos para ter maior liquidez.

O planejamento tributário permite uma gestão eficiente da economia fiscal e estabelece um nível razoável de tributação para uma empresa.

Como se atingir este objetivo?

O planejamento tributário dependerá de cada tipo de empresa e suas particularidades, de modo que não há um modelo único a ser seguido pelas empresas.

Entretanto, é essencial ter um especialista que conheça as normas fiscais em sua extensão total para ter uma visão ampla de todas as vias legais que a empresa possa ter.

Da mesma forma, deve ser feita uma revisão exaustiva das áreas que são relevantes para a empresa, que geralmente são as áreas de transações e finanças, bem como saber qual é o principal negócio ou atividade.

O acima mencionado leva a melhores resultados no planejamento de estratégias fiscais dentro da empresa.

Noticias Relacionadas

Como podemos ajudá-lo?

    Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário