Logo TPC Group
  • Español
  • Português
  • English

Resultados negativos em empresas com operações com partes relacionadas

O princípio de plena competição é um padrão internacional para a determinação dos Preços de Transferência no campo tributário.

Princípio Arm’s Length nos Preços de Transferência

O princípio do Comprimento do Braço é um padrão internacional estabelecido pelos membros da OCDE para a determinação de preços de transferência no campo tributário. Esse princípio refere-se à aplicação do consenso internacional sobre a avaliação de bens e serviços e estabelece que o preço numa transação entre duas partes associadas deve ser o mesmo que o preço estabelecido numa transação comparável entre partes independentes.

Análise Específica para Empresas com Perdas Recorrentes

No caso de empresas com prejuízos operacionais recorrentes, há uma inconsistência com a realidade econômica, que deve ser analisada de forma especial. O Capítulo I do Guia da OCDE recomenda uma análise específica do preço de transferência quando uma empresa associada passa por essa situação enquanto o restante do grupo multinacional registra lucros.

Causas de Perdas em Empresas Coligadas e Independentes

As perdas de uma empresa podem ser devidas a altos custos iniciais e circunstâncias econômicas desfavoráveis, entre outros. No caso das empresas associadas, elas podem continuar com a sua atividade se isso contribuir para o crescimento do grupo multinacional, enquanto as empresas independentes não estão dispostas a arcar com prejuízos indefinidamente.

Controle de Riscos de Perdas Declaradas

Quando uma empresa realizou operações com partes relacionadas e apresenta prejuízos no exercício fiscal em que deve declarar os preços de transferência, a probabilidade de estar sujeita a um processo de auditoria por parte da administração tributária é bastante alta. Em razão disso, as análises de preços de transferência tornam-se muito importantes para demonstrar que os preços acordados entre as partes relacionadas são feitos a valores de mercado, sem gerar prejuízo para a autoridade fiscal.

Fatores-chave na análise de perdas de acordo com as orientações da OCDE

Para tanto, o parágrafo 1.131 do Guia da OCDE indica que o fator a ser considerado para a análise das perdas é a diferença existente nas estratégias de negócios dos diferentes grupos multinacionais por razões históricas, econômicas e culturais.

Suporte Documental para Perdas Operacionais

Para evidenciar as perdas, deve estar disponível toda a documentação que comprove que os resultados negativos da empresa testada não se devem aos preços acordados em transações com partes relacionadas. Da mesma forma, as causas subjacentes devem ser identificadas e deve ser demonstrado que os preços acordados nas transações entre partes relacionadas estão conforme o princípio do Comprimento do Braço.

É importante revir os contratos e as funções desempenhadas por cada parte na transação, bem como garantir que as funções, os riscos e os ativos sejam alocados de maneira consistente com o princípio de plena concorrência, mesmo que haja perdas envolvidas.

 

Noticias Relacionadas

Considerações sobre o uso de comparáveis internos ou externos

Os Preços de Transferência tornaram-se um elemento-chave na gestão financeira de empresas que operam mundialmente. A necessidade de garantir que as transações entre partes relacionadas sejam feitas ao valor do mercado, exige uma análise de comparabilidade ideal, que aborde as comparações internas e externas.

LEER NOTICIA »