Logo TPC Group
  • Español
  • Português
  • English

A auditoria das demonstrações financeiras e os Preços de Transferência

No contexto empresarial peruano, onde as empresas frequentemente operam num entorno internacional, a relação entre a auditoria das demonstrações financeiras e os Preços de Transferência tornou-se crucial.

No contexto empresarial peruano, onde as empresas frequentemente operam num entorno internacional, a relação entre a auditoria das demonstrações financeiras e os Preços de Transferência tornou-se crucial. Abordaremos a interconexão entre essas duas práticas e destacaremos a importância de uma coordenação eficaz para garantir a transparência e a conformidade normativa.

Auditoria das demonstrações financeiras e os Preços de Transferência

A auditoria das demonstrações financeiras, regulamentada pelas Normas Internacionais de Auditoria (NIA), é um processo de revisão da informação financeira de um contribuinte para determinar se as transações realizadas estão conforme os princípios contáveis aceitos, refletindo os resultados financeiros e os riscos assumidos. Da mesma forma, as transações no escopo dos Preços de Transferência no Peru, ou seja, a SUNAT, devem estar identificadas, significando um desafio adicional ao relatar transações com partes relacionadas. Nesse sentido, o auditor deve considerar os resultados preliminares da análise dos Preços de Transferência, avaliando a sua validade e razoabilidade.

  1. Análise dos Preços de Transferência: O auditor deve ter um diagnóstico preliminar das transações com partes relacionadas para identificar possíveis contingências que afetem o imposto da renda, ou seja, determinar se as transações foram realizadas ao valor do mercado, cumprindo, assim, o princípio do Comprimento do Braço. A revisão minuciosa de cada transação garante a integridade das demonstrações financeiras e a correta apresentação da posição financeira e dos resultados.
  2. Detalhes das transações com partes relacionadas: As notas às demonstrações financeiras são uma ferramenta essencial para a leitura dos resultados financeiros. Em relação às transações com partes relacionadas, as transações relatadas devem ser refletidas de forma clara e detalhada, fornecendo a informação necessária para entender os possíveis efeitos e os riscos relacionados. A precisão e a abrangência dessas notas são fundamentais para uma auditoria completa e confiável.

Uso das demonstrações financeiras auditadas

A legislação peruana sobre Preços de Transferência, assim como em outros países, requer a declaração das transações com partes relacionadas, cujo escopo de aplicação dependerá de cada jurisdição. Assim, a lei do imposto da renda determina que os contribuintes preparem a declaração juramentada informativa, relatório local — Preços de transferência sobre as suas transações com partes relacionadas domiciliadas e não domiciliadas e aquelas com entidades provenientes de, para ou por meio de países ou territórios não cooperantes, com baixa ou nenhuma tributação.

A interrelação entre a auditoria das demonstrações financeiras e os estudos dos Preços de Transferência da SUNAT, baseia-se nas disposições dos regulamentos da lei do imposto de renda referentes à informação financeira do contribuinte, que prefere o uso das demonstrações financeiras auditadas, se estiverem disponíveis, como uma base sólida para a confiabilidade do estudo.

Conclusões

A estreita ligação entre a auditoria das demonstrações financeiras e os Preços de Transferência destaca a necessidade de uma gestão abrangente de ambas as práticas. O uso das demonstrações financeiras auditadas nos relatórios dos Preços de Transferência reforça a confiabilidade da informação e fortalece a posição das empresas num âmbito empresarial cada vez mais complexo. Finalmente, a coordenação eficaz entre a auditoria e os estudos dos Preços de Transferência da Sunat é fundamental para garantir a integridade da informação financeira e a conformidade com a legislação em vigor sobre Preços de Transferência.

Noticias Relacionadas

Considerações sobre o uso de comparáveis internos ou externos

Os Preços de Transferência tornaram-se um elemento-chave na gestão financeira de empresas que operam mundialmente. A necessidade de garantir que as transações entre partes relacionadas sejam feitas ao valor do mercado, exige uma análise de comparabilidade ideal, que aborde as comparações internas e externas.

LEER NOTICIA »