O Regime Tributário Simples

O Regime Tributário Simples

Comparte esta noticia

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O regime de tributação simples (RST) na Colômbia foi incorporado à sua legislação tributária pelo Governo Nacional, através da Lei de Financiamento, como um regime de tributação anual opcional, cujo pagamento antecipado do imposto de renda é feito a cada dois meses, em um determinado ano tributável.

O objetivo deste artigo é dar a conhecer os principais aspectos do referido regime fiscal.

Qual é a finalidade do Regime Tributário Simples?

O objetivo deste novo regime é simplificar o cumprimento das obrigações fiscais dos contribuintes, favorecendo a formalização das mesmas.

Quem pode acessar o Sistema de Tributação Simples?

Tantas pessoas físicas quanto jurídicas podem acessar este sistema de forma voluntária, desde que cumpram com o seguinte:

  • Que são uma pessoa física que exerce atividade comercial ou uma pessoa jurídica de natureza corporativa, desde que seus acionistas sejam pessoas físicas.
  • A renda bruta anual, do ano tributável anterior, é igual ou superior a 1.400 UVT, mas inferior a 80.000 UVT. Para isso, a renda ordinária e extraordinária deve ser levada em consideração.
  • Estar registrado no Registro Tributário Único (RUT).
  • Ter cumprido suas obrigações fiscais dentro dos termos estabelecidos, assim como suas obrigações do Sistema de Segurança Integral.

Como se registrar?

Você pode consultar o website do DIAN se um determinado contribuinte puder acessar o sistema, para o qual você deve ter seu usuário registrado.

Posteriormente, o painel de controle exibirá a opção “Optar pelo Sistema Simples”, o que permitirá um questionário para estabelecer se ele atende aos requisitos.

Uma vez preenchido o questionário, o sistema confirmará se, com base no que foi preenchido, você pode acessar o regime e terá que confirmar a mudança de regime.

Quais são os benefícios deste esquema?

Os contribuintes que pertencem ao regime de tributação simples têm os seguintes benefícios:

  • Eles não estão sujeitos ao imposto de renda.
  • Eles não estão sujeitos a imposto de retenção na fonte.
  • A forma de pagamento do imposto para a indústria e o comércio é simplificada.
  • O pagamento do imposto suplementar sobre avisos e placas é simplificado.
  • Pequenas lojas, micro-mercados e salões de cabeleireiro não terão que cumprir com as obrigações formais e substanciais em matéria de IVA.

Qual é o Imposto Unificado que o Regime Tributário Simples estabelece?

Este regime cria o imposto unificado, que substitui o imposto único, que inclui os seguintes impostos simples:

  • Imposto de renda.
  • Imposto da Indústria e Comércio.
  • Imposto sobre vendas, caso qualquer atividade das Índicas seja realizada no artigo 908 do Estatuto Fiscal.
  • Imposto de consumo, no caso de atividades de venda de bebidas e alimentos.

Qual é a taxa do Imposto Unificado?

A taxa simples consolidada dependerá da renda bruta anual, assim como da atividade comercial de cada empresa:

  • Pequenas lojas, micromercados e cabeleireiros: Dependendo da renda bruta anual, uma taxa de 2% a 11,6% pode ser aplicada.
  • Atividades comerciais, serviços técnicos mecânicos, atividades de telecomunicações e outras atividades: A taxa pode variar de 1,8% a 5,4%.
  • Serviços de consultoria: A taxa simples consolidada pode ir de 4,9% a 11,6%.
  • Ponto de venda de alimentos e bebidas: A taxa pode ir de 3,4% a 7%.

Como o imposto é pago?

Conforme indicado, os contribuintes do regime fiscal simples devem fazer adiantamentos bimestrais, através de um recibo de pagamento eletrônico, o valor do adiantamento dependerá conforme indicado pela atividade e pela renda bruta.

Noticias Relacionadas

Como podemos ajudá-lo?

    Para entrar em contato conosco, você deve preencher o seguinte formulário